Soluções globais para o monitoramento de processo em linha

Gestão da Levedura em Cervejaria

Dosagem de Fermento

A dosagem de Fermento pode ser feito com precisão e a um custo reduzido usando uma técnica chamada diferencial de absorbância NIR. Este método usa dois sensores. O primeiro sensor é a montante ou um Fotômetro AS16-N de canal simples por absorbância NIR usado para servir de “base” para a turbidez do mosto.

optek AS16-VB-N Sensor de Absorbância de 1 Canal com adaptador de Calibração

Este sensor às vezes pode ser duplicado como monitor de saída do “whirlpool” ou um monitor de pausa a frio, dependendo da sua localização na sala de brassagem. O sensor AS16-N a jusante, seria localizado após o ponto de dosagem de levedura, antes de qualquer injeção ar. Este sensor mede a combinação de fluxo de levedura e mosto. Basta subtrair o resultado da “base” menos o resultado do fluxo “combinado” para se obter o conteúdo injetado de levedura pura.

Com uma simples comparação com o método de contagem de celulas de laboratório, a correlação com a contagem de células pode ser programada diretamente no conversor C4000 e exibida simultaneamente. Várias cepas com diferentes taxas de absorbâncias /contagem de células também podem ser acomodados usando as configurações adicionais do produto. Há um total de oito definições de ajustes de produtos disponíveis.

Correlação entre a Absorbância e os milhões de células / mL

A absorbância NIR é diretamente proporcional à concentração baseada na Lei de Lambert-Beer. A correlação com a contagem de células é facilmente feita com qualquer método repetitivo de laboratório. Várias funções de produto no C4000 permite múltiplas correlações para diferentes cepas de leveduras, se necessário.

Conversor Fotométrico C4000 da optek

Fermentação da Levedura

Na fermentação da levedura, as sondas de inserção AS16-N têm a capacidade única de ser montada diretamente no tanque cilindrocônico ou diretamente na linha de bypass através de diferentes adaptadores. Devidamente localizado, todo o ciclo de fermentação pode ser monitorado em tempo real, permitindo a otimização do processo. Os tanques podem ser liberados automaticamente em vez de se esperar horas para que as amostras do laboratório indiquem a boa floculação da levedura. O retorno sobre qualquer influência no crescimento de células de levedura da receita também pode ser visto. Nas maiores caves, uma poupança de 6 -10 horas por ciclo de fermentação pode acrescentada rapidamente, acrescentando valiosa capacidade de fermentação, sem acrescentar um único fermentador.

Interface Cerveja/Fermento, Recuperação de Fermento

optek AS16-VB-N Sensor de Absorbância de 1 Canal com adaptador de Calibração

Muitas cervejarias estão usando grandes fermentadores verticais ou tanques multi-usos. Uma das principais vantagens destes tanques é evitar transferências extras do produto. No entanto, o fermento decantado deve ser removido. Um sensor de turbidez é instalado na saída do tanque ou na linha de levedura recuperada. Quando a levedura é removida da cerveja o turbidímetro “in line” irá determinar a interface entre o fermento e a cerveja. No passado, isto era realizado por contagem de tempo / volume ou inspeção visual. Uma vez que os pontos de atuação são ajustáveis, o melhor nível de corte pode ser obtido para permitir um funcionamento mais eficiente. Isto reduz perdas do produto e proporciona um produto mais uniforme paraa separação ou filtração.

A interface da levedura/cerveja, e a recuperação de fermento também utiliza normalmente o sensor de inserção AS16-N “inline”. Todavia, para aplicações básicas de interface, onde a detecção de interface é o único objetivo, a optek oferece a um custo menor, sondas de inserção modelo AS56-N. Devido a sua baixa potência da lâmpada, até quatro sensores de inserção série AS56 podem ser multiplexados em um módulo C4000, tornando a medição por ponto a um custo ainda mais atraente.